sábado, 27 de julho de 2013

Evangelismo no brasil-facilidade para se abrir uma igreja bom ou ruim?

Hoje começarei uma serie de mensagens sobre o evangelismo no brasil, vou abordar  temas polêmicos, sociais, econômicos, ética entre outros, irei iniciar com uma visão local.
Atualmente resido em Pareci novo, uma pequena cidade do interior no Vale do Cai, estado do Rio Grande do Sul, uma linda e próspera região ao sul do brasil.
Nos últimos anos houve uma explosão de igrejas na região, isso trouxe um aumento significativo de convertidos ao evangelho, mas também a o outro lado da moeda,com a facilidade de se abrir uma igreja hoje no Brasil, houve também quem se aproveitou disso para abrir o que eu chamo de "empresas da fé" que se aproveitam da fé do povo para absorver grandes quantias de ofertas, utilizando ferramentas de marketing para convencer as pessoas que quanto maior o volume da oferta será maior a benção recebida.
Na minha opinião deveriam haver leis no Brasil mais rígidas com maior controle de como são conduzidas as instituições religiosas.
Claro que nunca deixando de lado a liberdade religiosa, que é muito importante, pois sem ela fica praticamente impossível evangelizar.
Muitas são as denominações religiosas no Brasil hoje, a abundância de igrejas torna muito fácil o acesso a palavra de Deus, ainda á uma certa resistência, pois com tantas igrejas com má fama muitas pessoas ficam descrentes da legitimidade do chamado dos pastores.
Hoje apesar da liberdade e da abundância de igrejas no Brasil, ainda há muita dificuldade de se pregar o evangelho, nem tanto por perseguições, mas sim por algo igualmente triste, a falta de credito dada a quem evangeliza.
Para reverter essa situação, devem ser implantadas como já disse anteriormente leis que contribuam para uma transparência das igrejas, gerando credibilidade e aceitação do povo.

Min.Élisson Schmidt