quinta-feira, 9 de maio de 2013

Ser Cristão não é moda mas sim mudança de vida!

Atualmente, ser crente parece moda. Tal confissão não implica mais em mudança de vida e caráter. Ao que parece o evangelho foi sendo moldado à cultura e dela dependendo cada vez mais. 
O grande problema não é ser crente, mas cristão autêntico. Como afirmou Tiago:Até os demônios creem em Deus e tremem (Tg 2.19). Ser cristão é ser dirigido em tudo pelo Espírito de Cristo que habita o nosso coração (Gl 4.6). Ser cristão é amar a Deus de tal forma que o que Ele deseja esteja, inconfundivelmente, acima do nosso desejo (Mt 26.39,42). 
Ser cristão é ser diferente numa sociedade corrompida pelo pecado (Mt 5.13,14). Ser cristão é amar a doce e sublime comunhão com Deus e com o nosso irmão numa congregação de louvor e adoração ao SENHOR absoluto em culto (Sl 122.1; Hb 10.25). Ser cristão é amar a exposição bíblica recebendo-a como a Palavra de Deus que alimenta, transforma, corrige e educa (Sl 119.97). 
Ser cristão é perdoar nossos ofensores antes mesmo que estes nos peçam perdão (At 7.60). Ser cristão é viver identicamente a Cristo Jesus, o nosso Senhor, amando a Deus sobre todas as coisas, buscando as coisas celestiais, vendo nosso irmão faltoso como uma ovelha necessitada de pastoreio, alegrando-nos com as vitórias de nosso irmão e chorando com ele a sua dor. Ser cristão requer viver a vida de Cristo aqui e agora.